La Conferencia de Ciudades del Arco Atlántico representa más de 100 entidades locales y 7 millones de habitantes de la costa atlántica europea. Esta red trabaja con diferentes instituciones, para promover el papel de las ciudades en Europa y poner de relieve la especificidad del Arco Atlántico.

Español (spanish formal Internacional)Português (pt-PT)French (Fr)English (United Kingdom)
You are here: Home

primeira Conferência Europeia sobre cooperação inteligente

Em torno a 400 participantes reuniram-se em 25 e 26 de junho em a Coruña, Espanha, para a primeira Conferência Europeia sobre cooperação inteligente, organizada pela rede CECICN.

Muitas personalidades estavam presentes, como Michel Delebarre, Presidente da Comissão COTER do Comité das Regiões e Presidente da MOT, Per Bødker Andersen, Presidente da CECICN e da União das cidades bálticas, Carlos Negreira, presidente da Câmara da Coruña, Alberto Núñez Feijóo, Presidente da Xunta de Galiza, Marta Fernández Currás, Secretária do Estado espanhol dos Orçamentos e Despesas e Ann-Sofi Backgren Vice-Presidente da Associação de Regiões de fronteira (ARFE). As instituições europeias também foram representadas por Ana Miranda, euro-deputada, representante da Comissão de Desenvolvimento Regional, José Palma Andres, diretor da Cooperação Territorial Europeia da DG Regio e Henrik Morch, chefe da unidade da DG Mercado Interno e Serviços.

Em seu discurso, Michel Delebarre resumiu os desafios da Conferência: “Sabemos de um contexto Europeu e internacional perturbado com a crise da dívida. Tenho a profunda convicção de que a resposta a esta crise passa por mais Europa, maior cooperação entre cidades e regiões além das fronteiras. Além da necessidade de um orçamento adequado para a política de coesão, salientou a importância de encontrar mecanismos que lhe permitem alcançar uma maior associação de atores do terreno e as forças vivas: precisamos de uma Europa que faz parte dos territórios.

Todos os discursos mostraram que os desafios atuais enfrentados pela Europa não podem ser resolvidos sem uma cooperação"sustentada", e a mensagem foi tirada em todos os níveis (Europeu, nacional, regional e local): é essencial colocar a cooperação territorial europeia no centro da estratégia da UE para 2020, o relançamento do mercado e da política de coesão, definida como vital para superar a crise.

José Durão Barroso, Presidente da Comissão Europeia, através de uma mensagem de vídeo, confirmou o aumento do orçamento da política de coesão para o próximo período de programação, da ordem de 12 bilhões de euros; proposta a ser discutida pelos Estados-Membros no outono.

Versão para impressão PDF

Copyright © Atlantic Arc Cities 2014

Template by Joomla Themes & Projektowanie stron internetowych.