La Conférence des Villes de l’Arc Atlantique représente actuellement plus de 100 entités locales et 7 millions d'habitants de villes de la façade atlantique européenne. Ce réseau travaille avec différentes institutions afin de promouvoir le rôle des villes en Europe et de mettre en avant la spécificité de l’Arc Atlantique.

Español (spanish formal Internacional)Português (pt-PT)French (Fr)English (United Kingdom)
You are here: Home

primeira Conferência Europeia sobre cooperação inteligente

Em torno a 400 participantes reuniram-se em 25 e 26 de junho em a Coruña, Espanha, para a primeira Conferência Europeia sobre cooperação inteligente, organizada pela rede CECICN.

Muitas personalidades estavam presentes, como Michel Delebarre, Presidente da Comissão COTER do Comité das Regiões e Presidente da MOT, Per Bødker Andersen, Presidente da CECICN e da União das cidades bálticas, Carlos Negreira, presidente da Câmara da Coruña, Alberto Núñez Feijóo, Presidente da Xunta de Galiza, Marta Fernández Currás, Secretária do Estado espanhol dos Orçamentos e Despesas e Ann-Sofi Backgren Vice-Presidente da Associação de Regiões de fronteira (ARFE). As instituições europeias também foram representadas por Ana Miranda, euro-deputada, representante da Comissão de Desenvolvimento Regional, José Palma Andres, diretor da Cooperação Territorial Europeia da DG Regio e Henrik Morch, chefe da unidade da DG Mercado Interno e Serviços.

Em seu discurso, Michel Delebarre resumiu os desafios da Conferência: “Sabemos de um contexto Europeu e internacional perturbado com a crise da dívida. Tenho a profunda convicção de que a resposta a esta crise passa por mais Europa, maior cooperação entre cidades e regiões além das fronteiras. Além da necessidade de um orçamento adequado para a política de coesão, salientou a importância de encontrar mecanismos que lhe permitem alcançar uma maior associação de atores do terreno e as forças vivas: precisamos de uma Europa que faz parte dos territórios.

Todos os discursos mostraram que os desafios atuais enfrentados pela Europa não podem ser resolvidos sem uma cooperação"sustentada", e a mensagem foi tirada em todos os níveis (Europeu, nacional, regional e local): é essencial colocar a cooperação territorial europeia no centro da estratégia da UE para 2020, o relançamento do mercado e da política de coesão, definida como vital para superar a crise.

José Durão Barroso, Presidente da Comissão Europeia, através de uma mensagem de vídeo, confirmou o aumento do orçamento da política de coesão para o próximo período de programação, da ordem de 12 bilhões de euros; proposta a ser discutida pelos Estados-Membros no outono.

Versão para impressão PDF

Copyright © Atlantic Arc Cities 2014

Template by Joomla Themes & Projektowanie stron internetowych.